Ode ao Prelúdio


o título era auto-explicativo, agora é isso.
14/12/2009, 3:01 AM
Filed under: Velhas cartas, velhos textos, antigamente...

E até quando olharei pra você com outros olhos e desejarei não desejar por mais um minuto se quer, sabendo que são outros capazes de lhe fazer feliz e que eu tenho apenas um prazer saciável que a meia noite se desfaz, e que lembranças terei do passado escuro se não meus erros bobos ao deixar a vida passar e não tentar ser feliz como deveria, e que tão quão cordial será meus sentimentos refugiados no fundo de uma gaveta em meu quarto relembrando o passado que me faz tão mal, e que o futuro me faça tão bem quanto o exato presente em que me encontro com você e que meus sentimentos deixem de ser tão confusos quanto minhas palavras a ti.

Danilo Tavares
28/09/05

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: