Ode ao Prelúdio


O Segredo de Martins.

Por mais que eu tente fingir que minhas canções não são pra ela,
Todas as canções parecem falar dela,
Até as que eu não escrevi me lembram ela,
Até as que nunca escutei e amigos comentam me fazem lembrar dela.
Quando acordo, uma das primeiras coisas que penso é ela
Queria ser menos durão, pra ter ciúme dela,
As vezes queria ser até um pouco ela,
Com toda aquela forma de reter sentimentos que é toda dela
Ou apenas pra me fazer entender porque gosto tanto, e é só ela,
Quem me faz querer dar um passo a frente, mesmo tendo um buraco em frente, é ela
É que hoje sou tão dela, que nem ela sabe
Nem eu me entendo, as vezes sou tão dela, que sendo ela
Sou mais eu.

Danilo Tavares

Anúncios

4 Comentários so far
Deixe um comentário

é muito amor no lance!!

Comentário por Maely

*inspiração a um inspirado…lindo texto…

Comentário por Erika Sodré

(L)

Comentário por Melo

aiai …

Comentário por Natame




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: